@->- Amor Velado

No meio da noite
sem aviso ou pressa
Imagem colhida da internet
ele chega
Levanta os lençóis
Na alcova misteriosa
planta a vida.
Um deus alado
Sussurra...
Ama...
Inflama...
O toque ousado
das mãos macias
Deixa em brasas
o corpo da amada
O beijo molhado
ruboriza de inveja
outros deuses iguais
Na calada da noite
ele sai...
Foge sem deixar marcas
Sonho ou realidade...
Amor velado
Eros e Psiquê


-Dora Vitoriosa-

2 comentários:

Angelino Pereira disse...

LINDO de mais!! Sabor quente e ardente no fogo do leito que faz a vida renascer,,. Obrigado.
Abraços- Angelino Pereira

Flor de Lotus disse...

É sempre uma grande honra receber sua visita, meu caro Angelino Pereira. Ao amigo poeta e romancista de além mar, deixo meu abraço, carinho, respeito e admiração!!!
Volte sempre!